DICAS

O que é importante lembrar antes de escolher o seu tapete?

Comprar um tapete pode ser um desafio. Por isso, alguns itens importantes não podem ser esquecidos quando você está avaliando o tipo de tapete que vai comprar:

Onde o tapete seré colocado?

O tapete será para uma sala de estar, para uma sala de jantar, um home-theater, quarto, closet, entrada, hall, banheiro ou cozinha? Ou será usado em um escritório? Talvez em uma clínica médica ou odontológica?

De acordo com o local, um tipo de tapete se ajusta melhor. Para os quartos, os tapetes mais altos e confortáveis são indicados. Nada melhor do que se levantar da cama e sentir um tátil agradável no pé.

Qual o estilo da decoração?

Se o local onde o tapete for colocado é rústico, você não deverá usar um tapete tradicional ou de seda, e sim optar por tramas mais grossas com pontos aparentes e fios menos trabalhados.

O local tem muito ou pouco tráfego?

Geralmente locais empresariais recebem diariamente um grande número de pessoas. Enquanto que em um quarto de bebê o número de visitas é muito menor e mais selecionado, para que o recém-nascido seja protegido de agentes externos que possam fazer mal à sua saúde.

Existem crianças e animais nesse imóvel?

Cachorros e gatos podem soltar pelos que se acumularão no tapete. Outro problema recorrente é a falta de costume dos bichinhos em fazer xixi nos locais adequados. Crianças também brincam, correm e tiram os tapetes pequenos dos seus lugares.

Como conservar o tapete?

Usar aspirador de pó frequentemente para evitar que a poeira se aloje entre os fios.

Será necessário usar um antiderrapante?

Os tapetes médios e pequenos que estejam sobre piso escorregadio, como tábua corrida, porcelanato ou granito, podem sair do local facilmente, mas isso pode ser remediado com o uso de antiderrapantes que podem ser achados no mercado.


O uso de um antiderrapante é uma forma relativamente barata de acrescentar anos à vida de seu tapete, garantir um conforto extra que absorve a pisada no tapete, além de acabar de uma vez por todas com os tapetes que saem do lugar.


Geralmente os antiderrapantes são feitos de material hipoalergênicos, o que evita o mofo e o bolor. Quanto mais espesso for, mais maciez ele dará ao seu tapete.

Quando devo comprar o tapete?

É interessante você programar a aquisição de seu tapete com certa antecedência. Faça seu orçamento o quanto antes para não ser pega de surpresa com o valor que precisará investir na etapa final de sua obra, quando talvez seu orçamento já esteja apertado.


Recomenda-se comprar o tapete quando todos os móveis já estiverem no local, para que você consiga visualizar seu tamanho, para que possa escolher a cor que combina com os móveis e para decidir a trama que vai querer usar.

Para que usar tapete?

Tapetes dão aconchego, calor, cor e acrescentam elegância e estilo à decoração do ambiente. Podem ser usados também para separar dois ambientes, como a sala de jantar e estar por exemplo, que estejam juntos num mesmo espaço. É através do tapete que se consegue criar a unidade entre todos os móveis que estão numa sala. Sem ele, pode parecer que o ambiente não foi finalizado.


Algumas pessoas gostam de andar descalças. Outras se sentam frequentemente no chão com seus amigos. Adolescentes adoram deitar sobre o tapete com almofadões para ver TV. O prazer tátil é muito importante para o bem-estar de uma pessoa.


Se o ambiente é muito pequeno, uma técnica usada é a dos tapetes grandes que dão a sensação de aumentar os ambientes.


Os tapetes colocados na porta da casa ou capachos também são muito interessantes, pois têm a função de tirar dos sapatos a maior parte da sujeira que não precisa entrar em sua casa, certo?


No mercado de tapetes existe uma vasta gama de tramas, estilos, fios, tamanhos, formas, preços e tipo de fabricação: manual ou industrializada.

Qual o tamanho do tapete?

É interessante você comprar um tapete que tenha o exato tamanho da necessidade da sua decoração. Você não precisa usar apenas as medidas padrões disponíveis para pronta entrega. Não importa se ele será grande, médio ou pequeno, com ou sem borda, com ou sem franja, lisos, listrados ou peludos (shaggy). Tudo é possível, inclusive fazer um tapete exclusivo com o seu desenho.


Quanto maior melhor. Tapetes grandes dão a impressão de aumentar o espaço, assim como fazem os espelhos. Uma palavra chave em decoração é proporção. Se você colocar um tapete pequeno numa sala grande vai ficar feio, e se você colocar um tapete grande numa sala pequena vai ficar parecendo carpete.


Para os quartos, uma opção é usar tapetes que cobrem grande parte sob a cama, com cerca de 1 m nas laterais e no pé da mesma. Para ambientes pequenos, duas passadeiras de 0,70 x 1,20 m podem ser usadas.


Quartos infantis aceitam bem os tapetes redondos, que podem ser feitos em tramas bem coloridas e tém a facilidade de serem colocados em lugares variados no ambiente.


Uma sala de estar merece um tapete grande que envolva todos os móveis. O tapete de uma sala de jantar deve ter, pelo menos, 1,40m a mais que a medida do tampo da mesa, para que as cadeiras, quando forem afastadas, não fiquem balançando. Home-theater, ou sala de TV, merece um tapete bem fofo e aconchegante, pois, além de ajudar na acústica, muitas pessoas gostam de ficar confortavelmente deitadas no chão.

Qual o formato do tapete?

Os tapetes podem ser quadrados, retangulares ou redondos. Estes últimos são muito indicados para ambientes onde se quer quebrar a seriedade, para quartos infantis e para determinados lugares onde não é possível colocar um tapete de linhas retas. Geralmente em cantos de quartos ou de salas.

Qual o formato do tapete?

Os tapetes podem ser quadrados, retangulares ou redondos. Estes últimos são muito indicados para ambientes onde se quer quebrar a seriedade, para quartos infantis e para determinados lugares onde não é possível colocar um tapete de linhas retas. Geralmente em cantos de quartos ou de salas.

Qual a cor do tapete?

Todas as cores são lindas e só precisam ser bem arranjadas para que haja harmonia no ambiente. Se você procura ter um espaço despojado, pode abusar do uso de cores. Já um ambiente mais tradicional pede cores claras nos tons lisos e mais clássicos. O importante é que haja equilíbrio entre todas as cores usadas no ambiente. Se seu piso é claro, você pode usar um tapete mais escuro para dar destaque. Se seu sofá é de tecido muito colorido, a cortina tem cores e outros itens da decoração também são coloridos, talvez você deva usar um tapete de cor clara e neutra para balancear a decoração.

Qual a fibra do tapete?

Existe uma grande variedade de fibras ou fios que fazem um tapete. Desde o algodão até a seda rústica, passando pela lã, sisal, juta, palha de burity, palha de taboa, palha de bananeira, rami, chenille, lycra, fita de cetim, e os novíssimos fios PET, fabricados com garrafas de refrigerante recicladas.


Para os que desejam requinte, recomenda-se o uso de uma fibra nobre, como a seda. Já o algodão é uma fibra “honesta”: seu preço é razoável e seus benefícios são inúmeros. É um ótimo custo-benefício. A lã é uma fibra animal com inúmeras propriedades positivas que oferecem um extremo conforto e qualidade ao tapete.


De acordo com o tráfego do local onde o tapete será usado, será escolhida a fibra que melhor se adapta. Para uma sala de jantar, os fios mais resistentes são indicados. Para sala de estar e de TV, fibras mais macias que tragam conforto. Para os quartos, fios delicados e de tato prazeroso.


De qualquer forma, fazer a rotação do tapete assegura que ele seja usado da mesma maneira em todos os seus lados e que o seu desgaste seja proporcional.

Qual a trama do tapete?

De acordo com a intenção e adequação ao projeto, a trama será escolhida. Pode ser a trama simples, boucle, panamá, shaggy ou trança, entre uma infinidade de outras disponíveis. A cada dia, novas invenções são feitas e tapetes novos são criados. O visual do tapete pode ser: liso ou estampado, listrado ou florido, tramas simples ou mais trabalhadas, pode ser peludo ou baixinho. Estilos infantil, moderno, clássico, praia etc. Enfim, a oferta é muito grande.


Sempre é bom lembrar que não é necessário usar tapetes de cores e modelos iguais numa mesma sala. O importante é que as cores sejam harmônicas entre si. Numa sala grande, pode ser usado, por exemplo, um tapete persa, um de sisal e algodão colorido e um de pele de boi, obtendo-se um excelente resultado.


Ao ver um tapete peludo como o shaggy, pode ser que você se lembre da década de 70. O shaggy não é apenas um tapete retrô; ele pode ser feito em várias cores, estilos, formas - retangulares, quadrados ou redondos - e tamanhos diferentes. Além de ser possível contar com uma gama variada de fios para escolher, desde seda ou lã até os feitos com PET. Eles vão bem em qualquer ambiente, em qualquer tipo de decoração e acrescentam um ar descontraído e confortável.


A última razão que você deve levar em consideração, quando for comprar um tapete, é o preço. Tapetes com o preço mais em conta usam fibras mais baratas. E se o que você procura é qualidade e longevidade, decididamente, os materiais mais nobres oferecem isso com mais segurança.

Como limpar o tapete?

É muito importante não deixar que a sujeira se acumule no tapete. É recomendado usar sempre aspirador de pó, pelo menos duas vezes por semana. Mas se apenas uma vassoura de nylon maleável for suficiente, use-a no sentido da trama, para não estragar o tapete. É recomendável virar o tapete sempre, para que ele não se desgaste mais onde o fluxo de pessoas passando é maior. Nossos tapetes podem ser usados dos dois lados - frente e verso - e isso também deve ser levado em consideração. Quando chegar a hora de lavá-lo, procure uma empresa especializada. Não aconselhamos o uso de máquinas a vapor e nem lavar o tapete em casa. As empresas especializadas têm maquinas que sugam a água do tapete, fazendo com que ele seque rapidamente.


Essas instruções são extremamente importantes, pois elas vão ajudar a manter problemas como a alergia bem longe da sua família, além de aumentar a longevidade de seu tapete.


Para o dia a dia, retire o líquido que caiu no tapete com um papel toalha, sem esfregá-lo. Depois aspire uma mistura de água com muito pouco detergente, passe e seque com um pano branco limpo. Repita esta operação até que a sujeira tenha saído. É importante fazer com que o local afetado seque rápido. Para isso, levante a parte afetada do chão e coloque um ventilador perto para acelerar o processo. Consulte nossa tabela “Guia de Limpeza Caseira” que contém dados específicos para cada tipo de sujeira.